O que é Hipertensão?

o é hipertensãoO que é Hipertensão?

Popularmente conhecida como pressão alta, a hipertensão é uma doença que exige cuidado e atenção. Essa doença, que está diretamente ligada com o metabolismo, geralmente vem acompanhada por diversos problemas e a obesidade é um deles. Então, manter hábitos saudáveis é interessante como prevenção. É necessário também estar atento aos sintomas e tratamentos.

Hipertensão ou pressão alta, acontecem quando cronicamente a pressão arterial é igual ou maior a 14 por 9. Por isso, manter uma rotina de verificar a pressão sanguínea deve ser mantida. Principalmente, quando o indivíduo se encaixa nos fatores de risco. Diversos podem ser os motivos para se ter pressão alta, desde por herança genética, distúrbios até por hábitos não sadios.

Pressão aumenta – Entenda o por que

Vários são os motivos para a pressão arterial se elevar. O principal, é o estreitamento dos vasos sanguíneos quando o coração bombeia o sangue. Se estes estão fechados ou muito estreitos, a pressão aumentar é algo impossível de se conter. A hipertensão é, ainda hoje, um dos principais causadores de morte em todo o mundo. Pois, traz consigo diversas complicações.

Fatores de risco

Na maioria dos casos encontrados, o problema de pressão alta é herdado dos pais – cerca de 90% dos casos. Porém, é preciso ficar esperto com a saúde. Pois, a doença também pode se relacionar a distúrbios da tireoide, glândulas endócrinas e com diversos outros fatores, como:

  • Diabetes
  • Colesterol alto
  • Estresse
  • Fumo
  • Falta de atividade física
  • Não dormir direito
  • Obesidade
  • Alto consumo de sal
  • Alto consumo de bebidas alcoólicas

Logo, não é porque na sua família não há problemas de pressão arterial elevada ou distúrbios, que você está livre de sofrer desse mal. É preciso manter uma dieta equilibrada e saudável, somada com exercícios físicos e hábitos que beneficiem o bem-estar.

Sintomas

sintomas

A hipertensão costuma apresentar sintomas, sim. Todavia, esses indicadores costumam aparecer somente quando a pressão arterial está muito elevada, o que é extremamente perigoso. Tais sintomas costumam ser: fortes dores no peito, dor de cabeça, tontura, zumbido nos ouvidos, fraqueza, visão embaçada ou dificultada e sangramento pelo nariz.

Todos os sintomas citados acima, costumam ser decorrentes de outros problemas de saúde, o que dificulta a sua ligação com a pressão alta. Por isso, é importante estar atento a esses indícios e sempre medir a pressão arterial. Pois um leve engano pode ser algo fatal.

Cuidados que afastam a pressão alta

Para aqueles que não têm qualquer problema genético ou de distúrbios, a prevenção tende a ser tudo que se é necessário para fugir da pressão alta. Cuidados simples, como estar de olho na balança e comer alimentos saudáveis, costuma ser o necessário para uma boa saúde.

Veja abaixo algumas dicas infalíveis para evitar a hipertensão:

  • Meça a pressão de 6 em 6 meses
  • Pratique exercícios físicos regularmente
  • Evite a obesidade. Mantenha-se dentro do peso ideal
  • Alimentação saudável – muitas frutas, verduras e legumes
  • Diminua o sal, açúcar e as frituras
  • Largue o cigarro
  • Consumo de álcool controlado
  • Se estiver em tratamento, nunca largue-o

Uma das maiores responsáveis por tirar a vida de pessoas, a pressão alta requer prevenção, cuidado e tratamento. Manter uma vida saudável, aliando alimentação saudável a exercícios físicos, é a melhor resposta e escolha para viver bem e por um longo tempo.

6 melhores alimentos para perda de peso

6 alimentos para ajudar a emagrecer

6 melhores alimentos para perda de peso

Na hora de perder peso com saúde, alguns alimentos podem ser muito importantes. O cardápio ideal para quem deseja eliminar uns quilinhos deve ser composto por muitas frutas, legumes, fibras e alimentos termogênicos, que estimulam o metabolismo a trabalhar mais e melhor, uma opção também é usar suplementos emagrecedores como super slim x.

Muitos estudos já comprovaram a eficácia de alguns alimentos para a perda de peso. Quem deseja encontrar formas de emagrecer rápido deve ficar atento aos produtos que consome diariamente.

O emagrecimento pode se tornar uma realidade. Para isso, basta escolher os alimentos adequados.

Aqui, vamos te apresentar os seis melhores alimentos para a perda de peso. São produtos que ajudam o metabolismo e queimam as gorduras de verdade, quando consumidos dentro de um limite saudável para o corpo.

alimentos saudaveis para dietas

1 – Leite: o leite desnatado é um alimento que ajuda a emagrecer. O ideal é colocar duas xícaras da bebida na rotina diária de quem quer emagrecer rápido. O leite é um alimento rico em cálcio, que ajuda a eliminar as moléculas de gordura do organismo. Além disso, a vitamina D do leite também contribui para acelerar a quebra de células adiposas. A bebida também é rica em proteínas.

2 – Chocolate amargo: quem acha que o chocolate é o grande vilão das dietas, está enganado. O chocolate amargo é um ótimo aliado para a perda de peso, mas, é claro, deve ser consumido em pouca quantidade. É recomendado comer, no máximo, 28 gramas do chocolate amargo por dia. O alimento é positivo para o funcionamento do metabolismo.

3 – Feijão: o feijão é um alimento tradicional na dieta do brasileiro e pode trazer vários benefícios à saúde. O grão apresenta fibra solúvel, que ajudar a manter a sensação de saciedade por mais tempo.

4 – Pimenta vermelha: a pimenta é um maravilhoso alimento termogênico. Ela ajuda a reduzir a vontade de comer e contribui para a queima de gordura, pois estimula o metabolismo. O ingrediente mais importante da pimenta vermelha é a capsaicina, uma substância que dá a sensação de saciedade.

5 – Banana: a banana é uma fruta rica em fibras, que diminui a sensação de fome e ajuda na digestão. Além disso, a banana equilibra os níveis de leptina no corpo, hormônio que controle a fome.

6 – Semente de chia: a chia é um produto perfeito para quem quer emagrecer. O gel que se forma através do contato da semente com a água ajuda a reduzir a gordura, controla a glicemia, reduz o colesterol e controla o apetite.

perdendo gordura

Agora que você já conhece os melhores alimentos para te ajudar a emagrecer, é hora de incluir os produtos numa dieta balanceada. Para isso, você pode contar com a ajuda de um nutricionista ou um médico. Por que ele poderá lhe orientar melhor, inclusive lhe receitando alguns suplementos alimentares para ajudar em todo processo.

Lembre-se que, na luta contra a balança, o ideal é buscar uma reeducação alimentar combinada com a prática diária de exercícios físicos. Com essa receita infalível, qualquer pessoa pode atingir a meta de emagrecer de forma rápida e saudável! Boa sorte!

Brinquedos educativos estimulam a criatividade infantil

massinha

Brinquedos educativos estimulam a criatividade infantil

Se brincar faz bem, imagine brincar com um brinquedo educativo! Com brinquedos educativos a criança aperfeiçoa a coordenação motora, estimula a fala e a inteligência. A criança ainda pode desenvolver a linguagem e melhorar na socialização, utilizando os brinquedos educativos. Os filhotes aprenderão muito mais, sem pressão, sem obrigação, apenas brincando e se divertindo.
Imagine só a criançada se divertir e aprender brincando! Os brinquedos educativos são ótimos investimentos e são disponibilizados para crianças a partir de 6 meses, quando a curiosidade começa a ficar mais aguçada.

Os brinquedos musicais, por exemplo, estimulam a audição do bebê desde os primeiros meses. Através de desenhos de animais e objetos, que são pressionados, sons são emitidos, fazendo com que a criança perceba que o som é emitido por aquele animal ou objeto. Além de desenvolver a audição, estimula o senso de percepção!

Existem brinquedos educativos que também estimulam o aprendizado na leitura e escrita, muito antes de começarem os estudos escolares, como lousinhas, kits de escolinha, jogos de desenhos e massinha. Jogos para soletrar ou desafios de tabuada incentivam a criançada a gostar das palavras e números, fortalecendo o aprendizado no dia a dia escolar. Com brinquedos como o Big Escolinha, as crianças aprendem a reconhecer cores, números, letras do alfabeto, exercitar continhas de mais e menos e ainda podem escrever na lousinha mágica, que apaga apenas levantando a folha de cima da lousa.

 

Outros brinquedos para crianças a partir de 2 anos estimulam o raciocínio lógico e pensamento, como quebra-cabeças e jogos da memória. Os livrinhos educativos também estimulam o aprendizado de bebês e crianças. Há livros que podem ser usados durante o banho, com fotos de animaizinhos e até livros interativos, com luzes e sons que estimulam a criatividade da criança.

Compre Nootrópicos: http://nootropicos.info/

Os brinquedos educativos devem ser escolhidos de acordo com a idade da criança. De 0 a 9 meses, os ideais são chocalhos, móbiles, caixinhas de música e outros brinquedos musicais, sempre de material maleável. De 9 meses a um ano, opte por brinquedos para montar, bolas, brinquedos de encaixe e empilhar.

A partir de um ano, brinquedos de empurrar e puxar, bonecos, cavalinhos de balanço e brinquedos musicais, livros de ilustrações e outros brinquedos que incentivam a coordenação motora. Com 2 anos são recomendados brinquedos coloridos e lápis de cera. De 3 a 5 anos

Escolha os brinquedos como quebra-cabeças, kits de profissões, livros ilustrados, massinhas de modelar instrumentos musicais, letras e números, que estimulam a memória e raciocínio.

De 5 a 7 anos, já podem ser utilizados brinquedos como dominós, jogos, quebra-cabeças, caixas de ferramentas e outros que estimulem o raciocínio lógico.

De 7 a 9 anos já é a hora de brinquedos de inteligência como damas, cartas, livros de histórias e brinquedos desmontáveis. A partir dos 9 anos, pode-se brincar com brinquedos de tecnologia e esportes.

Ao invés de escolher apenas brinquedos da moda, bonecas e carrinhos, opte também por brinquedos educativos para seu filho. Certamente a diversão será garantida e o retorno educacional e criativo será certo!

12 alimentos que ajudam a emagrecer

alimentos saudaveis que emagrecem

Na busca da perda do peso, muitas pessoas acabam cometendo loucuras e, portanto, acabam não logrando com a dieta. Pensando em uma alimentação saudável e que auxilie no processo de emagrecimento, veja os 12 alimentos que selecionamos para que você coma da melhor maneira, já que a hora da alimentação é uma das horas mais importantes, e não precisa engordar para que esse momento seja prazeroso.

Água

O líquido abundante que é um bem comum a todos, ainda é um dos mais eficientes em relação à saúde causando uma legítima detox inteligente no corpo. Para quem quer emagrecer, é importante tomar muita água para se manter hidratado e, também, porque o líquido é fonte de minerais imprescindíveis ao ser humano – além de controlar a temperatura do corpo, o que auxilia no processo.

Frutas

As frutas são responsáveis por produzir energia e serem importantes fontes de vitaminas de todos os tipos. Pesquisas comprovam que comer uma fruta antes de realizar qualquer exercício físico ajuda na queima de calorias e aumenta a disposição do indivíduo para realizar as atividades corporais.

Legumes

São importantes no cardápio de quem quer emagrecer, pois são fontes de fibras, vitaminas e minerais. Pesquisadores recomendam que nos alimentemos com aproximadamente cinco porções de legumes ao dia. Uma das maiores vantagens desse tipo de comida é que possuem um nível baixíssimo de calorias.

Salmão e peixes ricos em Ômega-3

peixe saudavel

Os peixes são imprescindíveis em uma dieta regular. Como no processo de emagrecimento é recomendado que se abandone o hábito de ingerir carnes gordurosas, é necessário que se arrume alguma alternativa que seja fonte de proteínas.

Nesse caso, o peixe é a opção mais saudável, pois a carne é magra e, fora isso, a principal característica do prato é ser rico em ômega 3, que auxilia no bom funcionamento do organismo e, recentemente, há pesquisas que especulam sobre a ligação com a perda de peso.

Chá Verde

chá-verde

Devido ao alto teor de antioxidantes, o chá verde é indicado no auxílio ao processo de emagrecimento. Esse chá ainda acelera o metabolismo e ajuda a quebrar as moléculas de gordura.

Grãos integrais

Eles são ricos em fibras, vitaminas e sais minerais que ajudam a saciar o apetite. Além disso, ajudam na limpeza do organismo, eliminando resíduos e promovendo a saída de moléculas gordurosas.

Leia também: http://dietasmilagrosas.com.br/super-slim-x-emagrece-mesmo/

Soja tostada

Esse alimento possui uma boa concentração de fibras, complexo B, cálcio, zinco e potássio, elementos que sustentam a energia, portanto é indicada a ingestão da soja tostada como auxiliador de emagrecimento. Além disso, possui uma substância chamada de isoflavona, que age nos hormônios e podem ajudar na hora de emagrecer.

Folhas verdes

folhas

As folhas verdes, como o agrião, o alface e a chicória são ricas em vitaminas e fibras, que organizam a limpeza das toxinas no corpo, melhoram o funcionamento do intestino, possuem baixo teor calórico e mantêm a fome controlada, já que produzem a sensação de saciedade.

Leites e derivados

O leite e os iogurtes naturais podem ser amigos e tanto na hora de perder uns quilinhos, pois são ricos em proteínas que saciam a fome por um tempo prolongado. Queijos magros, os brancos, também são indicados.

queijos brancosAlimentos integrais

Auxiliam na diminuição da absorção da glicose, eliminando os resíduos gordurosos residentes no corpo. Além disso, é uma excelente opção para quem deseja continuar comendo alimentos como o arroz e o pão.

Aveia

As fibras desse alimento passam por um processo dentro do nosso organismo. Nesse processo, o alimento é transformado em uma espécie de gel que cria resistência à digestão e, portanto, prolonga a sensação de estômago cheio.

Substitua o açúcar por alguma opção

açúcar o grande vilão

O mel é um alimento rico em carboidratos, minerais, complexo B, e é constituído por açúcares naturais: a glicose e a frutose. É uma alternativa para o uso do açúcar, o inimigo número um das balanças. No entanto, deve ser consumido em doses mínimas, pois também é calórico.

Alergias alimentares, alguém tem?

aliemntos alergenicosAlergias alimentares, alguém tem?

Recentemente, almocei com um colega em um popular restaurante de inspiração asiática chique e fiquei muito surpreso quando o garçom perguntou, “Você tem alguma alergia alimentar, de que devemos estar conscientes?”

Em mais de cinco décadas de sair para comer pelo menos uma ou duas vezes por semana, que foi a primeira vez que tinha sido essa pergunta. Agora, enquanto crescia, eu suponho que eu sabia que algumas das crianças da minha escola tinham alergias aleatórias, como morangos ou frutos do mar. Mas a ideia de que comer um amendoim poderia matar alguém – e muito menos por ser beijada por alguém que tinha comido um – nunca passou através de minha consciência. E lembre-se de comer amendoim diária e sanduíches de geleia como nosso principal alimento básico no acampamento sem qualquer fatalidades. Como é que nossa alimentação tornou-se tal responsabilidade potencial, que as cozinhas do restaurante querem estar em alerta?

Poderia ter respondido ao garçom com provavelmente muito mais informações do que ele (e meu companheiro de refeições) teria gostado de ouvir sobre minha alergia alimentar e sensibilidades, mas é algo que já sabe há algum tempo e aprenderam a modificar meu comer da mesma forma, especialmente quando me ater a uma dieta de alimentos crus alta.

As alergias alimentares estão se tornando bastante prevalentes em pessoas de todas as idades. Enquanto a maioria dos que é definida como “alergias” são reações agudas e anormais da resposta imune do corpo, há também as sensibilidades alimentares e intolerâncias, tais como intolerância glúten e lactose, que se tornaram mais comumente conhecidas, mas são muitas vezes negligenciadas em diagnósticos tradicionais. Há também muitas condições médicas que são causadas ou agravadas pela reação do corpo à alimentação, tais como a sensibilidade de açúcar, hipoglicemia, diabetes (tudo causado pela resistência à insulina) e até mesmo algumas doenças auto-imunes. Os médicos mainstream estão se tornando mais clued-se para o fato de que certos alimentos, bem como escolhas alimentares são os culpados em uma ampla variedade de distúrbios. Porém a maioria estudantes de medicina recebeu quase sem educação sobre nutrição ao longo de seus anos de escola e treinamento!

Eu iria mais longe para supor que a maioria das queixas médicas do país poderia ser erradicada, eliminando (ou mineralização) certos alérgenos, alimentos conhecidos, como amendoim, milho, leite e trigo (glúten). Dr. Mark Hyman incluído fermento, ovos e soja como alérgenos potenciais em um artigo que ele escreveu no alívio Irritable Bowel Syndrome.In um artigo sobre aliviar o IBS

Dr. Mark Hyman escreveram para o The Huffington Post, que ele incluiu “fermento, soja e ovos” nessa lista.
O que é exactamente uma alergia ou sensibilidade? Em essência, é a reação exagerada do sistema imunológico do corpo histaminas ou toxinas. Um exemplo extremo seria anafilaxia, um tipo de vida em risco de reação alérgica, tais como aflatoxina, um molde encontrado nos amendoins. Alergias podem causar um início súbito chiado, urticária ou dores de estômago aguda, embora muitas sensibilidades não produzem tais resultados dramáticos. Ainda, ao longo do tempo, certos sistemas corporais podem enfraquecer e quebrar de irritação e inflamação crônica.

As sensibilidades alimentares são frequentemente oculto e não é fácil de detectar, especialmente com os médicos menos-do que-iluminado, que também são relutantes em fazer a conexão entre o alimento e o corpo.

Os sintomas que podem indicar algum tipo de alergia/sensibilidade alimentar são:

  • enxaquecas
  • fadiga
  • depressão
  • insônia
  • irritabilidade
  • pensamento distorcido
  • distensão abdominal
  • diarreia
  • prisão de ventre
  • colite
  • refluxo ácido
  • rinite crônica
  • doenças de pele e eczema
  • unhas e cabelos fracos
  • artrite

Se tiver sido não responde ao tratamento para qualquer um dos acima, há uma grande chance de que sua dieta pode estar contribuindo para suas queixas de saúde.

Nós podemos desenvolver essas reações extremas por ter uma já enfraquecida resposta imune ou “Síndrome do intestino permeável,” desbaste e danificadas pequenas paredes intestinais que vazar toxinas na corrente sanguínea.

Em um ciclo vicioso, alérgenos em nossos alimentos ou medicamentos continuam a usar fora do trato gastrointestinal, permitindo que mais e mais toxicidade e moléculas de proteína não digerida para ser divulgado. A resposta natural do nosso corpo é produzir células de sangues extra branco, liberando histaminas mais – eventualmente inflamação se desenvolve como um mecanismo de segurança. Ao longo do tempo, a inflamação se torna crônica e provoca um efeito dominó. Acelerada e agravadas respostas imunes originar doenças degenerativas.

Quando o alimento se torna um inimigo

alergias alimentarAlergias alimentares de início atrasado, também conhecido como IgG (Imunoglobulina G) ou alergia de tipo 3, é uma doença auto-imune que provoca o seu sistema imunológico a reagir quando você ingerir certos alimentos. Estudos revelam que existem mais células imunes no trato digestivo do que em qualquer parte do corpo. As células do sistema imunológico erroneamente atacam as partículas de alimento e tratá-los como antígenos ou invasores estrangeiros, produzindo anticorpos IgE, histamina e outras substâncias químicas como uma tentativa de combater o que percebem como toxinas. Uma pessoa que sofre de alergia imediata-início só pode ser alérgica a alimentos até três, enquanto um sofredor de alergia de início atrasado pode ter reações aos alimentos cerca de vinte.

Eventualmente, veio a associar meus problemas médicos de montagem com sensibilidades do alimento, embora tenha de admitir que levou um tempo para mim fazer a conexão que algo que eu estava comendo poderia estar causando os problemas. Durante um período de 7 anos, comecei a desenvolver infecções de ouvido crônica e mais alergias sazonais e fora de época. Eu mesmo desenvolvi uma alergia ao meu gato, embora ela já tinha sido na minha vida há mais de 12 anos.

Eu estava tomando Allegra™, Benadryl™, e eu estava usando sprays nasais caros que sempre me deram a sensação de que eu estava filmando venenos no meu cérebro. O gotejamento pós-nasal crônico que tive quando eu ia deitar para dormir tornou muito difícil e desconfortável para dormir, e comecei a desenvolver insônia. Meu corpo estava tão tóxico do prescrito e balcão tudo, aquela dor de cabeça e dores no corpo eram comuns, o que significava que eu também estava tomando muitos anti-inflamatórios, que tendem a enfraquecer ainda mais as pequenas e as paredes do intestino. Meu internista, que é muito alternativa-friendly, sugeriu que nós devemos fazer um exame de sangue para alergia alimentar.

Infelizmente o laboratório confuso a parte do detector de alergia do teste, mas os resultados pelo menos descartar doença celíaca (glúten). Meu médico sugeriu que eu o auto-teste eliminando os seguintes alimentos de minha dieta durante 21 dias e então lentamente adicionando-os em – um – para ver calibre como meu corpo reagiu: trigo, leite, milho e amendoim. Durante esses 21 dias tive muito de desejos – especialmente para milho e produtos lácteos, mas mostrei a sensibilidade de cada um deles como eu adicionei-los de volta. Trigo não foi uma surpresa – eu periodicamente tinha desistido/glúten de trigo no passado e notaria mudanças imediatas no meu corpo, como sendo muito menos inchado e letárgico quando não ceder. Realizar o auto-teste de 21 dias foi esclarecedor, mas não foi até eu fiz o “não-negociável” compromisso de ir a uma dieta de alimentos crus alta alguns anos mais tarde que encontrei alívio duradouro da minhas as sensibilidades alimentares.

Intolerância ao glúten é abrangente; De acordo com minhas pesquisas, parece que um em cada 133 americanos pode ter a sensibilidade de glúten, mas pessoalmente acho que os números ir mais alto. Em busca na web, encontrei outra fonte que colocar essa figura em 40%. Na Itália, um estudo recente descobriu que o máximo de 60% da juventude do país são agora glúten intolerantes! Isso é uma estatística impressionante para um país cujo grampo principal alimento baseia-se na massa. Alergia glúten ou sensibilidade é difícil como pode ser encontrada nos itens que você nem sequer pensaria sobre, tais como vitaminas, shampoos, protetores solares e batons. Infelizmente, é em quase todos os alimentos processados, também. Sensibilidade de glúten também recentemente tem ser encontrado para ter um link para acne e outras doenças da pele.

Uma regra eficaz é para assistir o que você deseja. Se você pensa muito sobre um determinado alimento e considera que seria difícil viver sem, seu corpo tem algum tipo de sensibilidade a ele. Também é provável que este determinado alimento desempenha um grande papel no ganho de peso. Quando eu contemplava primeiro tornando-se um vegan-primas, a ideia de desistir de queijo parecia intransponível, mas que diferença na minha manutenção de peso e saúde geral quando fiz essa mudança crucial!

Como eu vim para olhar a comida como um foodist principalmente crua é: cada coisa que levamos em nosso corpo vai funcionar como um nutriente ou um antinutriente. Nossa cadeia alimentar foi tão comprometida, nosso solo tão empobrecido, nossos corpos extremamente sobrecarregados de processamento muitas toxinas ambientais, que é preciso dar toda a ajuda possível maximizando nossa nutrição e minimizando a sobrecarga tóxica. Se você tem alguma pista de que um determinado alimento pode estar causando ou agravando problemas saúde ou peso, eu sugiro fortemente que você faça o teste por um exame de sangue tradicional ou praticante holístico. Ou, o mais fácil e mais barata maneira-passam um tempo longe daquela comida e avaliar por si mesmo por como você olha e sente.